Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Em meio a tantas opções oferecidas hoje no mercado capilar, o xampu naturalmente se sobressai por ser um dos itens de higiene pessoal mais utilizado pelas pessoas. Além de limparem os cabelos, milhares de marcas de xampus desenvolvem diferentes linhas tentando abranger toda diversidade étnica e cultural bastante característica da população brasileira. Dentre todas estas variáveis, a indústria vem se modernizando e popularizando o termo sulfate-free, propagando a ideia de que os tensoativos de origem sulfatada comumente presentes em formulações de xampus são prejudiciais tanto ao fio de cabelo quanto ao couro cabeludo, desestabilizando o pH de ambos além de aumentar muito os efeitos indesejados de ressecamento e quebra.

 

A formulação básica de um xampu é composta por água, tensoativos (detergentes), agentes condicionantes, espessantes, modificadores de textura, conservantes e fragrância. A água e os tensoativos são as substâncias de maior concentração, contando com cerca de 80% e 20% respectivamente. No entanto, os tensoativos são os protagonistas, uma vez que sem os mesmos, o produto não conseguiria exercer sua principal função de eliminar resíduos graxos, suor, poeira, células mortas, microorganismos e resíduos cosméticos que se depositam diariamente nos fios.

 

Os tensoativos de origem sulfatada, como o Lauril Sulfato de Sódio, possuem um poder de limpeza que promove uma higienização além do necessário, colaborando para o ressecamento e a perda das propriedades naturais do fio, como elasticidade, resistência e brilho. Na União Europeia atualmente já existem resultados recentes baseados em testes in vivo em humanos que mostram o potencial de irritação dessa substância quando usada repetidamente no mesmo local, principalmente em concentrações a partir de 5%.

 

Alguns fatores vão influenciar a suscetibilidade à irritação, como local de aplicação, concentração, tempo e frequência de uso, idade, tipo de pele, dentre outros. De forma geral, os maiores riscos aparecem com altas concentrações, aplicação constante, peles e áreas sensíveis como mucosas, e em crianças e idosos.

 

Segundo alguns estudos, a Indústria Cosmética visando oferecer produtos eficazes e ao mesmo tempo mais seguros desenvolveram fórmulas de xampu livres de sulfato, espalhando o conceito do xampu friendly, menos agressivo ao couro cabeludo e aos cabelos e não menos eficaz.

 

Na prática, os xampus sem tensoativos sulfatados são indicados para couro cabeludo sensível, propenso a reações alérgicas e a consequente desenvolvimento de descamações e dermatites; para cabelos que tenham passado por algum processo químico, principalmente os tingidos ou descoloridos, pois já sofrem com deficiência de hidratação e são ressecados; e para cabelos naturalmente finos e frágeis, que já possuem tendência a quebra. Pois, dessa forma, o produto irá eliminar as impurezas sem modificar as propriedades naturais do couro cabeludo e da haste do fio.

Já na plataforma de xampus Boaz Hair, optamos por desenvolver todos nossos xampus sem tensoativos sulfatados além de balancear cada fórmula para alcançar diversos tipos de cabelo em toda nação.

By Walace Junior Nacimento – Tricologista Boaz Hair

 

 

 

signature

Ainda sem comentários.

Converse com a Boaz?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *